Vereador acusa prefeita de Japeri de favorecer apoiador de sua campanha em licitação de mais de R$ 1 milhão

Tiago Careca acredita que Fernanda Otiveros fraudou um processo para favorecer a empresa Arthur Figaldo da Silva, apoiador de sua eleição. Secretaria de Comunicação nega. Vereador acusa prefeita de fraudar licitação para favorecer empresa
O vereador Tiago Careca (PSC), de Japeri, na Baixada Fluminense, acusa a prefeita, dra. Fernanda Otiveros (PDT) de fraudar uma licitação para favorecer um apoiador de sua campanha eleitoral. O contrato do município com a empresa é de mais de R$ 1 milhão.
O contrato prevê o fornecimento de refeições para duas unidades de saúde da prefeitura de Japeri, a policlínica Itália Franco, o hospital da cidade e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.
O diário oficial do município publicou no dia 10 deste mês o acordo entre a prefeitura e a empresa "J & G Restaurante Limitada", representada por Arthur Figaldo da Silva.
Tiago Careca afirma que houve favorecimento para que a empresa vencesse a licitação e diz que Arthur Fidalgo apoiou a campanha eleitoral da prefeita. Ele levou o caso ao MP e pediu para que seja apurada fraude na licitação.
"Mais uma vez, há fortes evidências de que a licitação de Japeri está sendo fraudada para favorecer cabos eleitorais da prefeita e prejudicar assim o bom andamento da administração pública. São várias fotos do dono da empresa ao lado da prefeita, o que mostra pra mim não ser só um apoiador politico, mas trata também de troca de favores", disse o vereador.
Antes da eleição, os dois foram vistos juntos várias vezes e há imagens em que Arthur pede votos para Fernanda Ontiveros. Depois da eleição, os dois comemoraram juntos.
A Secretaria de Comunicação negou as acusações de favorecimento. O RJ1 não conseguiu fazer contato com o empresário Arthur Fidalgo e nem com a empresa "J & g Restaurante".

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *