Unitins exigirá comprovante de vacinação contra Covid para entrada nos câmpus

Unitins exigirá comprovante de vacinação contra Covid para entrada nos câmpus


Funcionários, visitantes e alunos terão que ter tomado pelo menos uma dose de algum imunizante contra a doença. Medida começa a valer em janeiro. Unitins vai exigir comprovante de vacinação na entrada
Vivianni Azevedo-Ascom Unitins/Divulgação
A Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) informou que começará a exigir a apresentação do comprovante de vacinação para a entrada e permanência nas suas unidades, tanto administrativas como nos câmpus. A medida começa a valer no dia 3 de janeiro de 2022 e se aplica a funcionários, estudantes e visitantes.
Os protocolos de segurança em saúde que já estavam em vigor, como uso de máscaras e distanciamento social, seguem valendo. A decisão é dos Conselhos Superiores da Unitins. A instituição informou que o cartão de vacinação deve indicar, pelo menos, o início do ciclo vacinal de imunização. Isso significa pelo menos uma dose de alguma das vacinas disponíveis contra o coronavírus.
Para os estudantes, a apresentação do comprovante de vacinação será durante a matrícula ou rematrícula. No caso dos docentes e corpo técnico-administrativo, o processo será realizado no protocolo junto à Diretoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas.
A Unitins disse ainda que um levantamento interno estima que 97% da comunidade acadêmica já iniciou o ciclo vacinal contra a Covid-19. O objetivo é retomar as aulas em fevereiro de 2022 de forma 100% presencial. A universidade pretende manter as Comissões Locais de Segurança em Saúde e Prevenção à Covid-19 funcionando e adaptar os protocolos conforme a pandemia evoluir.
Não está descartado o retorno ao ensino remoto ou híbrido, caso haja aumento expressivo no número de casos, hospitalizações e mortes por Covid-19.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.