Suzano passará a contar com estações meteorológicas para impulsionar produção agrícola

Suzano passará a contar com estações meteorológicas para impulsionar produção agrícola


De acordo com a Prefeitura, agricultores terão acesso a informações importantes, como níveis de precipitação, temperatura atmosférica e do solo, umidade do ar e ventos. Medida deve ajudar produtores rurais com informações sobre o tempo
Irineu Junior/Secop Suzano
Suzano foi contemplada na última semana com a instalação de novas estações para controle e monitoramento meteorológico na zona rural. De acordo com a Prefeitura, elas devem contribuir com o desenvolvimento de atividades do agronegócio bem como o controle para ações futuras.
A conquista foi anunciada no dia 23 de dezembro e é resultado de um projeto da Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola (Fundag), desenvolvido com recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro) e articulado pela Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS/CATI).
Suzano passará a contar com estações meteorológicas para impulsionar produção agrícola
Irineu Junior/Secop Suzano
As estações contam com uma antena para conferência e análise climática, com dados sendo direcionados a partir de dois pontos do município. O primeiro está localizado no distrito de Palmeiras, na Vila Ipelândia. O outro fica na região dos bairros Jardim Casa Branca e Chácara Sete Cruzes.
A Prefeitura explica que os aparelhos fornecem dados importantes aos produtores rurais por meio do Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas (Ciiagro), como níveis de precipitação, temperatura atmosférica e do solo, umidade do ar, vento e outros.
O serviço também promete atender a todos os munícipes, norteando não apenas os plantios e demais ações do agronegócio local como outras iniciativas no futuro. Em toda a região, 10 equipamentos serão instalados. O objetivo é fortalecer a agricultura do Alto Tietê.
Suzano passará a contar com estações meteorológicas para impulsionar produção agrícola
Irineu Junior/Secop Suzano
Na visão do diretor da CDRS/CATI Regional, David Rodrigues, o fortalecimento da agricultura é o foco da iniciativa, em especial o trabalho e a efetividade dos produtores. “O monitoramento das questões climáticas será muito importante na promoção de uma agricultura mais sustentável, com muito mais precisão, o que só é possível a partir de parcerias como está acontecendo entre Fundag, Fehidro e as prefeituras do Alto Tietê”, pontuou.
“A implementação destas duas bases em nossa cidade representa o avanço e a busca por novas tecnologias para os produtores suzanenses. Com a novidade, eles receberão dados precisos sobre o clima, podendo assim basear sua rotina e os cuidados necessários com o conhecimento pleno de informações que afetam o plantio e colheita”, comentou o diretor do Departamento de Agricultura de Suzano, Minoru Harada.
Assista a mais notícias sobre o Alto Tietê

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.