Sistema de Esgotamento Sanitário será ampliado e beneficiará 70% da população de Ilicínea, MG

Sistema de Esgotamento Sanitário será ampliado e beneficiará 70% da população de Ilicínea, MG


Tubulação que será usada na rede interceptora de esgoto já chegou no município para o início das obras. A rede de sistema de esgotamento sanitário do município de Ilicínea (MG) está sendo ampliado. As obras tiveram início em novembro. O contrato prevê a execução de redes coletoras e interceptoras em trechos específicos, como nas avenidas do Comércio e Boa esperança. A previsão é que as obras sejam entregues em seis meses.
De acordo com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), a ampliação da estrutura beneficiará aproximadamente 9 mil habitantes, ou seja, cerca de 70% da população atual do município.
“A ação realizada no município de Ilicínea reforça o comprometimento do Governo de Minas, por meio da Semad, em apoiar as gestões municipais na viabilidade de projetos, planos e ações que, de fato, tragam melhoria de vida à população local, visando alcançar as metas do novo marco do saneamento básico”, disse o subsecretário de Gestão Ambiental e Saneamento da Semad, Rodrigo Franco.
Tubulação que será usada na rede interceptora de esgoto já chegou no município para o início das obras.
Semad / Divulgação
As ampliações estão sendo executadas pela Prática Construtora Eireli LTDA, empresa vencedora do edital de licitação, e serão acompanhadas pela equipe da Diretoria de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário (DAAES).
De acordo com a superintendente de Saneamento Básico da Semad, Lilia de Castro, a obra vai garantir tratamento de esgotos para a população, contribuindo para a despoluição do Lago de Furnas e, consequentemente, para a melhoria da qualidade de vida.
Outros municípios
Segundo o Panorama de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário, publicado pela Semad em 2020, o Estado possui uma elevada população urbana atendida por coleta de esgotos, de 16.551.461 habitantes, o que corresponde a 87,64% da população mineira.
Entretanto, há necessidade de maiores investimentos para implantação e ampliação de sistemas de tratamento de esgoto nos municípios, visto que apenas 53,72% da população urbana possuem o tratamento de seu efluente, ou seja, cerca de 10.145.880 habitantes.
Ilicínea encontra-se em uma região fortemente marcada pelo complexo hidrográfico de Furnas.
Semad / Divulgação
Marco Legal do Saneamento
O novo Marco do Saneamento Básico no Brasil, sancionado em julho de 2020, tem como meta garantir que 99% da população tenha acesso à água potável e 90% ao tratamento e à coleta de esgoto até 2033.
“Desta forma, o investimento em infraestruturas que garantam o alcance da meta estabelecida se faz necessário”, reforça o diretor de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário da Semad, Kleynner Lopes.
Com foco nas diretrizes do novo Marco do Saneamento (Lei 14026/2020), a Semad está trabalhando na proposta das unidades regionais de saneamento básico de Minas Gerais, com vistas à geração de ganhos de escala e à garantia da universalização e da viabilidade técnica e econômico-financeira dos serviços, com uniformização do planejamento, da regulação e da fiscalização.
A ação conta com apoio da Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae-MG) e do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).
VÍDEOS: Veja tudo sobre o Sul de Minas
Veja mais notícias da região no g1 Sul de Minas

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.