RJ inaugura 3ª tenda para atender pacientes com sintomas leves de gripe; UPAs da Zona Oeste ficaram cheias neste fim de semana

Alguns procuraram várias unidades para conseguir atendimento. Tendas de Marechal Hermes e Tijuca atenderam mais de 300 pessoas, no domingo (5); tenda de Botafogo abre nesta segunda-feira (6). Pacientes enfrentam UPAs lotadas ou sem médicos
O governo do estado do Rio de Janeiro inaugura, nesta segunda-feira (6), a tenda ao lado da UPA de Botafogo, a terceira das quatro tendas programadas pela secretaria de Saúde para reforçar o atendimento a casos de Influenza A.
Neste fim de semana, as UPAs na Zona Oeste do Rio ficaram superlotadas. O ajudante Augusto Novaes contou a peregrinação por unidades de saúde em busca de atendimento para sua mulher, neste fim de semana.
"Fomos ao Hospital Albert Schweitzer e aí mandaram ir na UPA. Mas está uma pouca vergonha. Não tem médico e só estão atendendo crianças. Vou a Marechal Hermes para ver se consigo consulta para ela", disse o ajudante.
O pedreiro Ubirajá do Amparo também não conseguiu atendimento. "Estou com dor no peito. Há quatro dias que não durmo. Vim aqui porque está muito brabo. Não é possível, não tem médico, é o fim do mundo", reclamou o pedreiro.
Na sexta-feira (3), foi aberta a primeira tenda na UPA em Marechal Hermes, na Zona Norte, da Secretaria Estadual de Saúde, para dar suporte ao atendimento dos casos de gripe. No sábado (4), foi aberta a tenda da UPA Tijuca, também na Zona Norte.
Somente no domingo (5), na tenda de Marechal Hermes foram realizados 198 atendimentos, enquanto que na da Tijuca foram atendidas 168 pessoas.
Além dessas três tendas, ainda está prevista a abertura de uma quarta unidade na UPA da Penha, ao lado do Hospital Getúlio Vargas.

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.