Projeto de lei que exige passaporte da vacina em prédios municipais de Fortaleza é enviado à Câmara, diz Sarto

Projeto de lei que exige passaporte da vacina em prédios municipais de Fortaleza é enviado à Câmara, diz Sarto


Segundo o prefeito, a regra será a mesma para servidores, terceirizados, colaboradores, estagiários e cidadãos em geral, exceto nos casos de acesso a serviços essenciais. Projeto de lei que estabelece obrigatoriedade de passaporte da vacina em prédios públicos municipais de Fortaleza é enviado à Câmara.
Thiago Gadelha/SVM
O prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), anunciou na noite desta terça-feira (7) o envio de um projeto de lei que estabelece a obrigatoriedade de apresentação de comprovante de vacinação para entrada em repartições e prédios públicos da Prefeitura. Ele já havia antecipado a proposta no final de novembro.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
"Enviei há pouco para para a Câmara Municipal de Fortaleza o projeto de lei que estabelece a obrigatoriedade de apresentação de comprovante de vacinação para a entrada em repartições e prédios públicos da Prefeitura", escreveu o gestor em uma publicação nas redes sociais.
Segundo ele, a regra será a mesma para servidores, terceirizados, colaboradores, estagiários e cidadãos em geral, exceto nos casos de acesso a serviços essenciais, como saúde, assistência social e educação, que terão condições específicas.
LEIA TAMBÉM
Veja como obter o passaporte da vacina para restaurantes e eventos
Intervalo para dose de reforço da vacina contra a Covid-19 é reduzido para quatro meses em todo o Ceará
Réveillon descartado
No último sábado (27), Sarto anunciou que está descartada a possibilidade da realização de festa pública de réveillon em Fortaleza. Desta forma, a tradicional festa da virada no Aterro da Praia de Iracema não vai ocorrer pelo segundo ano consecutivo na capital cearense, em razão da pandemia de Covid-19.
"A prefeitura de Fortaleza não irá promover evento público de réveillon deste ano, embora a vacinação contra a Covid-19 vá bem e os números de internações e óbitos sigam estáveis em níveis baixos. Até chegamos a considerar a possibilidade de realizar nossa tradicional festa da virada, se a situação permitisse, mas não podemos relaxar, sob pena de colocarmos todo o trabalho feito até aqui a perder. O cenário internacional é preocupante e estamos em alerta", escreveu o gestor municipal em uma publicação nas redes sociais.
A decisão da prefeitura saiu um dia depois de o governador Camilo Santana anunciar que grandes eventos de réveillon estão proibidos em todo o estado em 2021.
A secretária da Saúde de Fortaleza, Ana Estela Leite, afirmou, nesta segunda-feira (6), que o município atingiu 100% da população adulta vacinada com pelo menos uma dose de vacina contra a Covid-19. Desse total, 92% dos adultos estão imunizados, com duas doses da Pfizer, AstraZeneca ou CoronaVac ou dose única do imunizante Janssen.
Assista às notícias do Ceará no g1 em 1 Minuto:

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.