Produtor lamenta ao ver plantação debaixo d’água por causa de enchente: ‘É a minha vida isso aqui’

Produtor lamenta ao ver plantação debaixo d’água por causa de enchente: ‘É a minha vida isso aqui’


Em Miracema do Tocantins, produtores rurais percorrem plantações de barco e entram na água para salvar o que restou. Enchentes atingiram municípios de várias regiões do Tocantins. Moradores de Miracema tentam recuperar objetos após terem casas encobertas pelas águas
Plantações ficaram debaixo d'água após a enchente que atingiu o município de Miracema do Tocantins, região central do estado. O produtor rural Afonso Pereira Nazário lamentou ao ver que tinha perdido praticamente tudo.
"Essa área é toda nossa, [está] inundada, só prejuízo. Não deu tempo de a gente tirar tudo, ainda tem muita coisa aí dentro. É minha vida isso aqui. Toda semana a gente vai tirar as coisas pra vender no domingo, vender na rua. Agora não tem ,acabou, só prejuízo e tristeza para a gente", disse .
O produtor Mário Humberto da Silva chorou enquanto percorria a plantação em um barco. "Andando aqui para aproveitar o que não dá para aproveitar, mas com essa perspectiva de recuperar alguma coisa".
As fortes chuvas registradas nos últimos dias provocaram o aumento nos níveis dos rios. Enchentes deixaram carros e casas submersos, além de família desabrigadas em várias cidades.
Nível do rio sobe e cobre casas e comércios de uma região em Miracema
Reprodução/TV Anhanguera
A Defesa Civil do Tocantins está monitorando 22 municípios. Em três a situação é critica.
Em Miracema, a prefeitura declarou situação de emergência. A situação mais preocupante na cidade é das comunidades ribeirinhas nas margens dos rios Tocantins e Providência e também no córrego Correntinho.
Na zona rural do município, agentes da prefeitura tentam catalogar a quantidade de famílias atingidas pelas enchentes.
"Aqui eu estou fazendo o levantamento de cada um para nós conseguirmos algum benefício para eles. Pelo menos umas cestas básicas e alguma coisa que fornecerem de ajuda nós vamos passar pra eles", disse o coordenadores dos pequenos produtores, Ailton Lopes.
Ribeirinhos tentam salvar o que restou dentro da água e com a ajuda de barcos. A produtor Edvaldo Nunes da Rocha se arriscou para colher algumas mandiocas que ficaram submersas.
"Estou tirando a mandioca que estava todinha dentro da água. Estamos aproveitando o que podemos aproveitar".
Municípios que estão às margens do rio Tocantins estão em situação de alerta. A Defesa Civil orienta que os moradores ribeirinhos deixem as casas nas áreas de risco, mas muitos resistem.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.