Poços de Caldas estipula prazo para troca de charretes com animais por carruagens elétricas

Poços de Caldas estipula prazo para troca de charretes com animais por carruagens elétricas


Projeto idealizado pela administração municipal está em desenvolvimento e prevê substituição do atual modelo em outubro de 2022. Prefeito anuncia fim das charretes e uso de carruagens elétricas em Poços de Caldas
A Prefeitura de Poços de Caldas estipulou prazo para mudança do atual serviço de charretes com tração animal por carruagens elétricas na cidade. O anúncio foi feito pelo prefeito Sérgio Azevedo (PSDB) em entrevista coletiva nesta segunda-feira (6). O projeto para a alteração está em desenvolvimento e a mudança está marcada para ocorrer no dia 4 de outubro para 2022.
“É uma demanda antiga do nosso município, do Brasil, de acabar com a tração animal. O poder público não pode ser rápido com isso, pensamos bastante, chegamos a uma solução bem adequada. Criamos a data do dia 4 de outubro do ano que vem como a data limite, porque é o dia de São Francisco de Assis, protetor dos animais. É uma data significativa que decidimos adotar”, disse o prefeito, em entrevista à EPTV, afiliada Rede Globo.
Poços de Caldas estipula prazo para troca de charretes com animais por carruagens elétricas
Divulgação/Prefeitura de Poços de Caldas
Sérgio Azevedo destacou, ainda, que o projeto para a alteração está em desenvolvimento. Segundo ele, engloba o “Poços + Inteligente” e tem parceria da prefeitura com o Departamento Municipal de Eletricidade (DME), PUC Minas Poços de Caldas e IF Sul de Minas.
“Vamos desenvolver um protótipo nosso, interligando com a nossa história. É um projeto pioneiro, promovido pelo nosso departamento de energia e com as faculdades. Vamos também resgatar também a nossa história, referenciando a vinda de Dom Pedro II a Poços no final do Século XIX, em um período onde carruagens eram utilizadas”, falou.
Em relação aos atuais trabalhadores que realizam o serviço com charretes de tração animal, o prefeito destacou que planeja que os mesmos servidores sejam os condutores das carruagens elétricas.
“Vamos capacitá-los para que eles possam ser os condutores dessas novas carruagens. Nós queremos que eles possam continuar o trabalho, em nenhum momento queremos prejudicar ninguém. Por isso demoramos para encontrar uma solução, que fosse adequada e que todos ganhassem, sobretudo que a cidade ganhasse. Acho que a cidade vai ganhar muito resgatando sua história”, disse.
Modelo de charrete elétrica utilizada em Petrópolis, no RJ
CPTrans / Divulgação
Comenda Dom Pedro II
Ainda em relação ao resgate histórico, Sérgio Azevedo anunciou o lançamento da “Comenda Dom Pedro II”. Será uma honraria oferecida a partir dos 150 anos de Poços de Caldas, e com objetivo de ser fixada em todos os aniversários do município, em 6 de novembro. A comenda será entregue a importantes personalidades da cidade e que fazem parte da história local, desde o desenvolvimento do município até os dias atuais.
“Será uma forma de homenagear pessoas que são fundamentais para Poços de Caldas ter se tornado o que é hoje, em seus 150 anos de história. Uma honraria a ilustres personalidades do município todo o dia 6 de novembro, e em 2022 de forma ainda mais especial com um marco histórico ao município,” finalizou.
VÍDEOS: Veja tudo sobre o Sul de Minas
Veja mais notícias da região no g1 Sul de Minas

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.