Operação da PF mira corrupção na cúpula do governo do Acre

A investigação, que tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ), identificou grupo criminoso que desviava recursos públicos do governo estadual. A Polícia Federal do Estado do Acre, com apoio da Controladoria-Geral da União (CGU), deflagrou na manhã desta quinta-feira (16) a Operação Ptolomeu, para desarticular organização criminosa que atuava no governo do Acre. São cumpridos 41 mandados de busca e apreensão e 1 mandado de prisão no Acre, no Amazonas e no Distrito Federal.
Segundo a investigação, o grupo, formado por empresários e por agentes públicos ligados à gestão estadual, desviava recursos públicos e ocultava a destinação dos valores.
Além dos mandados de prisão e de busca e apreensão, o STJ determinou o bloqueio de cerca de R$ 7 milhões nas contas dos investigados, além do sequestro de carros de luxo comprados com os recursos desviados do governo.
Esta reportagem está em atualização.

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.