Natal reduz para 4 meses intervalo para aplicação de dose de reforço contra Covid em idosos

Natal reduz para 4 meses intervalo para aplicação de dose de reforço contra Covid em idosos


A partir desta quarta-feira (8), público a partir dos 70 anos que tenha completado 4 meses da segunda dose pode procurar postos de vacinação na capital potiguar. Público é estimado em 40 mil pessoas. Vacinação contra Covid-19 em Natal, RN, Rio Grande do Norte, vacina, imunização
Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi
Natal reduziu intervalo para aplicação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 para 4 meses, segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde.
A partir desta quarta-feira (8), idosos com mais de 70 anos que já tenham completado quatro meses desde que tomaram a segunda dose podem procurar um dos postos de vacinação na capital.
De acordo com a SMS, a medida foi adotada por causa da baixa procura da população. O município já havia aberto a aplicação da dose de reforço para qualquer adulto com mais de 18 anos que tivesse completado cinco meses de aplicação da D2 – inclusive para pessoas que moram em outras cidades.
Ainda segundo a pasta, o município possui 40 mil pessoas aptas a partir de agora para receber o imunizante, dentro dessa faixa etária contemplada.
A D3 vem sendo aplicada em todos os pontos vacinais da cidade (unidades básicas, drives ou trailer da árvore de Mirassol – este último de quinta-feira a domingo) para qualquer munícipe que esteja dentro dos critérios de intervalo, portando documentação comprobatória e que tenha concluído seu esquema vacinal com Coronavac, Oxford ou Pfizer.
Os locais de vacinação e os horários de funcionamento podem ser consultados no site sobre a campanha em Natal (veja aqui).
"Esperamos que haja uma maior procura pela dose de reforço, uma vez que diminuindo esse intervalo, contemplamos mais pessoas aptas a receber a imunização. Também reiteramos o chamamento para as pessoas completarem o esquema vacinal com a D2, também disponível em todos os pontos da cidade", afirmou George Antunes, Secretário de Saúde.
Quem pode tomar a vacina
Primeira dose
Pessoas com 12 anos e mais.
Segunda dose
Coronavac – Podem se vacinar as pessoas que completaram os 28 dias da primeira dose do imunizante Coronavac.
Oxford
– Podem receber a aplicação da D2 da Oxford quem se vacinou até o dia 20 de setembro
– Gestantes que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não tomaram a segunda dose poderão completar seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer.
Pfizer
– A segunda dose da Pfizer está disponível para quem tomou a primeira dose há 21 dias.
Janssen
– Gestantes que anteriormente tenham se imunizado com a Janssen, se estiverem no intervalo de 5 meses após aplicação da dose única, podem buscar um ponto vacinal para receber o reforço com a Pfizer.
Terceira dose
População em geral com 18 anos e mais (há cinco meses de conclusão do esquema vacinal com a D2 de Coronavac, Oxford e Pfizer)
População com 70 anos e mais (há quatro meses de conclusão do esquema vacinal com a D2 de Coronavac, Oxford e Pfizer).
Os Imunossuprimidos também podem receber a terceira dose, desde que tenham completado o esquema vacinal há 28 dias, apresentando laudo médico.

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.