Motorista que bateu em carreta estacionada e causou morte de passageiro em Uberlândia alega sintomas gripais e não irá depor

Motorista que bateu em carreta estacionada e causou morte de passageiro em Uberlândia alega sintomas gripais e não irá depor


Defesa do condutor informou também que ele esteve no Tocantins e que não iria chegar a tempo. Acidente foi registrado no dia 19 de dezembro e Cássio Rodrigues da Costa, de 26 anos, morreu com o impacto da colisão. Motorista bateu com caminhonete em carreta estacionada e passageiro morreu na Avenida Rondon Pacheco em Uberlândia, foto de arquivo
Fábio Melo/g1
O motorista da caminhonete, de identidade não revelada, que fugiu após bater na traseira de uma carreta estacionada na Avenida Rondon Pacheco, em Uberlândia, não irá comparecer na delegacia da Polícia Civil nesta terça-feira (28) para depor. O acidente foi registrado no dia 19 de dezembro e o passageiro Cássio Rodrigues da Costa, de 26 anos, morreu com o impacto da colisão.
Na última semana, o g1 mostrou que o investigado informou inicialmente que iria se apresentar à polícia nesta terça. No entanto, conforme informações da TV Integração, o advogado do condutor entrou em contato com a corporação e explicou que o mesmo está com sintomas gripais e que esteve no Tocantins e, por isso, não iria chegar a tempo.
A corporação informou à TV Integração que também há uma expectativa de que o inquérito seja concluído ainda nesta terça-feira, já que as apurações foram finalizadas e somente o laudo pericial é aguardado. Por causa do recesso de final de ano, o Fórum deverá voltar aos trabalhos na próxima semana e, caso ocorra alguma novidade, a mesma poderá ser inserida na investigação.
Leia também:
Motorista bate com caminhonete em carreta estacionada e passageiro morre em Uberlândia
Acidente em Uberlândia que deixou jovem morto é apurado; motorista fugiu e não se apresentou à polícia
Motorista que bateu em carreta estacionada em Uberlândia é identificado e corpo de passageiro é levado para o Ceará
Motorista que bateu em carreta estacionada e causou morte de passageiro deve depor na próxima semana em Uberlândia
Como o nome do envolvido não foi divulgado pela Polícia Civil para não prejudicar as investigações, não foi possível localizar o advogado dele para mais detalhes e saber se o mesmo gostaria de se manifestar.
Cássio Rodrigues da Costa, de 26 anos, morreu no acidente em Uberlândia
Reprodução/TV Integração
Acidente
Na época do acidente, em entrevista à TV Integração, o tenente Leonardo Rodrigues do Santos contou como foi a dinâmica da ocorrência.
"Segundo testemunhas, o condutor da caminhonete vinha em alta velocidade quando de repente observou a placa de sinalização, tentou fazer uma manobra, perdeu o controle da direção e veio a colidir com a carreta", explicou o tenente.
De acordo com o policial, populares ainda relataram que o motorista estava visivelmente embriagado e saiu do automóvel com uma garrafa de bebida alcoólica na mão. Dentro da caminhonete, os militares também encontraram uma substância análoga à maconha.
O condutor pode responder por homicídio com culposo – aquele que a pessoa não tem a intenção matar – e por fugir do local sem prestar socorro.
A vítima, Cássio Rodrigues, era natural de Fortaleza (CE) e trabalhava em Uberlândia como garçom há 6 meses. O corpo dele foi levado para o município cearense no dia 20 de dezembro.
Ainda conforme apuração, o motorista trabalhava no mesmo bar que a vítima. Ele também não era dono da caminhonete envolvida no acidente.
Corpo de Bombeiros fez a retirada de vítima em acidente em Uberlândia
Fábio Melo/g1
VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *