‘Minha amiga foi arremessada’, diz passageira de ônibus que sofreu acidente em João Monlevade


Grupo de amigas deixou Belo Horizonte com destino a Guarapari para passar o Réveillon. Acidente deixou duas pessoas mortas e 34 feridas. Acidente com ônibus fretado deixa mortos e feridos na BR-381
A advogada Marina Thomaz e um grupo de amigas de Belo Horizonte estavam indo passar o Réveillon em Guarapari (ES) quando o ônibus em que elas estavam saiu da pista e caiu em uma ribanceira, na BR-381, em João Monlevade, na Região Central de Minas Gerais, na madrugada desta quarta-feira (29).
Acidente com ônibus da Buser deixa dois mortos e 34 feridos na BR-381, em João Monlevade
Mesmo com cinto de segurança, uma das amigas de Marina foi arremessada para fora do veículo. Ela foi encaminhada para o hospital e recebeu alta. O acidente deixou duas pessoas mortas e 34 feridas.
"O cinto me salvou, fica até de alerta para o pessoal, o cinto salva vidas, mas a minha amiga foi arremessada, o ônibus acabou caindo da ribanceira. O motorista perdeu o controle da direção, a gente ainda não sabe o que causou isso, mas a gente virou quatro vezes na ribanceira", contou Marina à TV Globo.
Entrevista com a advogada Marina Thomaz, que estava no ônibus
Segundo ela, os passageiros viveram momentos de "pânico" após o acidente. O ônibus caiu perto de um riacho, e os ocupantes tiveram medo de o veículo tombar novamente.
"O motorista falou que ligaria o carro para dar ré, ficamos com medo de fundir o motor ou acontecer uma situação dessas", falou Marina.
De acordo com a advogada, o veículo, da Buser, tinha apenas um motorista.
Advogada Marina Thomaz estava em ônibus da Buser que sofreu acidente na BR-381, em João Monlevade
TV Globo
"Foi bastante desorganizada a logística, quase faltou lugar, teve um momento complicado. Só tinha um motorista sendo que era uma viagem longa, a gente esperava que tivesse pelo menos dois, exatamente para a nossa segurança", disse Marina.
Marina e as amigas e outros passageiros estão no Albergue Municipal Casa de Passagem, em João Monlevade, onde a prefeitura tem dado suporte às vítimas.
O ônibus da Buser saiu de Belo Horizonte por volta das 21h15 desta terça-feira (28), e a previsão era que chegasse a Guarapari na manhã desta quarta-feira (29).
O g1 Minas pediu um posicionamento para a empresa e entrou em contato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para verificar se o ônibus estava em situação regular e aguarda retorno.
Ônibus saiu da pista e caiu em uma ribanceira
Reprodução/Redes Sociais
O acidente
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as vítimas fatais são um homem e uma mulher. Francisco de Assis Pereira de Araújo, de 50 anos, estava na parte dianteira do veículo, e Maria da Piedade da Silva, 64 anos, estava na parte de trás.
Havia 47 pessoas no ônibus, contando com o motorista. O condutor chegou a fazer o teste do bafômetro, mas o exame não constou uso de álcool. Ele disse aos policiais que teve um mal súbito e perdeu o controle da direção.
O veículo caiu em uma ribanceira, na margem da rodovia. Parte dele ficou submersa em um córrego.
Ônibus seguia com destino a Guarapari, no Espírito Santo
Reprodução/Redes Sociais
Vítimas graves
De acordo com a assessoria do Hospital Margarida, de João Monlevade, duas das vítimas chegaram na unidade em estado grave, e foram levadas direto para o bloco cirúrgico.
O motorista do ônibus e outros dois passageiros foram encaminhados para o Hospital Nossa Senhora das Dores, na cidade de Itabira, também na Região Central.
A pista sentido Espírito Santo foi liberada pela PRF-MG às 03h10.
Ônibus fretado seguia de para o Espírito Santo
Júlio César Santos/TV Globo
Confira os vídeos mais vistos no g1 Minas:

Use ← →para continuar navegando

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.