Membro de facção é preso em Almeirim após tentativa de homicídio que deixou homem ferido a tiros

Membro de facção é preso em Almeirim após tentativa de homicídio que deixou homem ferido a tiros


Mandado de prisão foi cumprido no bairro Vila Barros após denúncia. Crime aconteceu em novembro, foi filmado e teve participação de duas pessoas. Mateus Dias dos Santos foi preso durante operação da Polícia Militar
Reprodução
Uma operação da Polícia Militar cumpriu nesta terça-feira (28) mandado de prisão contra o principal suspeito de tentar matar a tiros um homem em Almeirim, no Pará. O crime aconteceu no dia 25 de novembro.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
Segundo investigações, Mateus Dias dos Santos, conhecido como "Pitchulinha", é membro de alta periculosidade da facção "Comando Vermelho". Ele estava foragido.
Funcionário público é preso por morte de jovem e por liderar facção criminosa em Almeirim
A prisão aconteceu no bairro Vila Barros após a Polícia Militar receber informações sobre o esconderijo do suspeito. Guarnições fizeram cerco à casa onde ele estava escondido. Mateus foi apresentado na Unidade Integrada de Polícia.
Mateus Dias dos Santos é o principal suspeito de tentar matar a tiros um homem em Almeirim
Reprodução
Tentativa de homicídio
O crime aconteceu na madrugada do dia 25 de novembro na Avenida Beira Rio, próximo a hidroviária. Testemunhas disseram à polícia que dois homens em uma motocicleta fizeram vários disparos contra Robson Trindade da Silva.
A vítima foi atingida nas pernas, braço e peito. Ela foi levada ao Hospital Municipal após a chegada da polícia. Robson havia dito que não sabia a motivação da tentativa de homicídio e nem quem havia cometido o crime.
De acordo com a Polícia Civil, a ação foi filmada por câmeras de segurança próximas do local onde foram feitos os disparos. Denúncias revelaram que "Pitchulinha" e outra pessoa identificada como "Sadrak" foram responsáveis pelos disparos.
Foi solicitado à Justiça a prisão dos suspeitos e o pedido foi deferido. "O trabalho da polícia continua e outros mandados de prisão ainda devem ser cumpridos", disse o delegado de Polícia Civil de Almeirim, Rodrigo Barbosa.
VÍDEOS: Mais vistos do g1 Santarém e Região

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *