Gripe: aumento dos casos é motivo de alerta em Caratinga e Ipatinga

Gripe: aumento dos casos é motivo de alerta em Caratinga e Ipatinga


Prefeituras registraram aumento nos atendimentos a pacientes com sintomas de gripe. Municípios estão vacinando quem ainda não se imunizou contra a doença. O vírus influenza está relacionado a 650 mil mortes por ano, estima a OMS
Getty Images
O aumento no número de casos de pacientes com sintomas de síndrome gripal preocupa as prefeituras de várias cidades da região. Algumas cidades do Vale do Aço já emitiram um alerta sobre a gripe H3N2.
No fim da tarde dessa terça-feira (28) e manhã desta quarta-feira (29), as prefeituras de Caratinga e Ipatinga informaram que estão preparadas para atender ao público que busca atendimento.
A Secretaria de Saúde de Ipatinga constatou um grande crescimento no fluxo de pessoas com sintomas de gripe nas unidades de Saúde na última semana. Segundo a secretaria, os sintomas são bem parecidos com os da Covid-19, como febre, dor de garganta, tosse, coriza e indisposição.
Diante de um possível surto, a Prefeitura reorganizou as atividades na rede de assistência e orientou a população a procurar atendimento médico nas Unidades Básicas de Saúde. Disse ainda que os pacientes devem recorrer à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e ao Hospital Municipal somente em casos mais graves.
“Os atendimentos relacionados aos sintomas gripais estão crescendo exponencialmente nos últimos dias. Assim, estamos organizando o fluxo em toda a rede de saúde. No entanto, a maioria dos atendimentos que estamos realizando refere-se a casos de sintomas leves”, observou o diretor do Departamento de Administração Hospitalar e Urgências de Ipatinga, Rui Pereira de Oliveira Júnior.
Segundo a médica infectologista, Carmelinda Lobato, alguns sinais podem apontar para um caso de maior gravidade, como falta de ar excessiva, baixa saturação de oxigênio no sangue e febre alta.
“Esses sintomas nos levam a acender o sinal de alarme e dar maior atenção ao paciente”, explicou.
Em Caratinga, a Secretaria de Saúde também registrou um “aumento exponencial” de atendimentos a pacientes com sintomas de síndrome gripal nas Unidades Básicas de Saúde.
Segundo a secretaria, a maioria dos pacientes apresenta febre, coriza, tosse, dor de garganta, no corpo e de cabeça, além de fraqueza.
“O momento é de atenção. Nossa recomendação é para as pessoas evitarem exposição desnecessária e sem proteção, principalmente aquelas que têm maior risco de desenvolver SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), crianças, gestantes, idosos e pessoas com comorbidades”, ressaltou Erick Gonçalves, secretário municipal de Saúde.
A Prefeitura informou ainda que não houve nenhum caso confirmado da variante Ômicron e nem do vírus influenza H3N2. Disse também que algumas amostras foram encaminhadas para a Funed, mas que ainda aguarda os resultados.
“A fim de prevenir o surgimento de novos casos e também como medida de controle da pandemia da Covid-19, que ainda não acabou, recomendamos que a população continue mantendo os protocolos de distanciamento, higienização constante das mãos com água e sabão ou álcool em gel e fazendo o uso correto da máscara de proteção individual, sobretudo em locais fechados”, disse o município em nota.
Vacinação nos municípios
De acordo com a Prefeitura de Ipatinga, as Unidades de Saúde continuam vacinando toda a população contra a gripe. Para receber a dose, as pessoas devem procurar a Unidade de Saúde de referência das 8h às 15h.
“Para evitar ao máximo que este surto prolifere pela cidade, a Secretaria de Saúde orienta que todos atualizem o cartão vacinal e evitem aglomerações. Caso haja sintomas gripais leves, a recomendação é para não sair de casa, usar máscara e higienizar as mãos com frequência”, concluiu a nota enviada pelo município.
Em Caratinga, a orientação também é para que a população busque a Unidade de Saúde mais próxima para se vacinar tanto contra a Covid-19 quanto contra a gripe.
Veja mais notícias da região em g1 Vales de Minas Gerais.
VÍDEOS: veja tudo sobre o Leste e Nordeste de MG

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.