Governo determina medidas emergenciais para atender cidades atingidas por cheia de rios

Governo determina medidas emergenciais para atender cidades atingidas por cheia de rios


Serão distribuídas cestas básicas para famílias impactadas e equipes estão sendo enviadas aos municípios para dar suporte. Pelo menos duas cidades decretaram situação de emergência e calamidade. Casa ficou submersa em Tocantínia
Divulgação
O governador em exercício, Wanderlei Barbosa (Sem partido), determinou medidas emergenciais para auxiliar cidades atingidas pelas cheias dos rios no estado. As fortes chuvas registradas nos últimos dias deixaram diversos municípios em situação de alerta, principalmente aqueles que ficam às margens do rio Tocantins. Em Paranã e Miracema, por exemplo, foram publicados decretos de emergência e calamidade pública.
Segundo o governo, foi determinado à Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) que designasse cestas básicas para atendimento das famílias necessitadas, além de agir em parceria com os municípios para levantamento de outras necessidades urgentes.
LEIA TAMBÉM
Prefeitura de Miracema decreta emergência por causa das enchentes; Paranã declara calamidade pública
Praia do Funil desaparece após enchente no rio Tocantins; alagamento deixa cidades em situação de alerta
O Corpo de Bombeiros também foi acionado e enviou, nesta segunda-feira (27), equipes para os municípios de Paranã e Miracema. Os militares estão atuando junto às Defesas Civis municipais para prestar atendimentos de socorro e resgate, além de verificar situações risco e perigo.
A Agência Tocantinense de Transporte e Obras (Ageto) deverá acompanhar os impactos das chuvas e cheias nos municípios e atuar para que os danos à infraestrutura de estradas sejam reparados com agilidade, minimizando problemas de escoamento de gêneros de primeira necessidade e de transporte da população.
Ainda segundo o governo todos os municípios atingidos serão acompanhados. A partir desta terça-feira (28) equipes do Corpo de Bombeiros serão deslocadas para cidades mais ao norte do estado para acompanhar a situação nas localidades.
Enchente no estado
Cheia do rio Tocantins deixou praia de Tocantínia submersa
Montagem g1
As fortes chuvas registradas nos últimos dias causaram o aumento de vazão no rio Tocantins e diversos afluentes. As comportas das usinas hidrelétricas de Peixe e de Lajeado foram totalmente abertas aumentando o nível da água e colocando os municípios, que ficam às margens, em situação de alerta.
Durante o fim de semana praias desapareceram e um cais desabou. Famílias ficaram ilhadas e casas ficaram apenas com os telhados fora da água. Entre Miracema e Tocantínia, a balsa que faz a travessia no rio Tocantins suspendeu as atividades por não ter pontos seguros para atracar.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *