‘Fui expulso por ser gay’, diz homem que denuncia homofobia em festa da Galoucura

‘Fui expulso por ser gay’, diz homem que denuncia homofobia em festa da Galoucura


Matheus Rodrigues disse que foi obrigado a sair do Clube Labareda, em BH, por estar usando body e canga. Matheus Rodrigues denuncia homofobia na festa da Galoucura
Matheus Rodrigues/Arquivo pessoal
Um rapaz de 27 anos denunciou integrantes da Galoucura, torcida organizada do Atlético-MG, por homofobia. O cabeleireiro Matheus Rodrigues disse que foi a uma festa no Clube Labareda, que pertence ao time, na tarde desta segunda-feira (27).
Ele estava acompanhando de duas amigas. Matheus contou que começou a ser observado por integrantes da Galoucura, que promoveu a festa, por estar vestindo body e uma canga. O rapaz se sentiu constrangido e procurou por uma ducha afastada do local. Ao voltar, foi cercado pelos homens e expulso do clube.
Matheus Rodrigues estava em festa da Galoucura com amigas e foi expulso pouco depois
Matheus Rodrigues/Arquivo pessoal
“Isso não existe gente. Eu paguei o ingresso, estava com meus amigos. Eu fui expulso por que estava de body e por ser gay”, disse Matheus.
Ele registrou boletim de ocorrência.
O g1 procurou a Galoucura, o Clube Atlético Mineiro e o Clube Labareda, mas, até a conclusão desta reportagem, não tinham se manifestado sobre o caso.
Veja os vídeos mais assistidos do g1 Minas

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *