Festa é realizada irregularmente em piscina natural de área de proteção no litoral de Alagoas

Festa é realizada irregularmente em piscina natural de área de proteção no litoral de Alagoas


Evento está em desacordo com as normas estabelecidas pela Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais. ICMBio informou que organizadores podem ser punidos. Festa é realizada em área de preservação no Litoral Norte de Alagoas
O Instituto Chico Mendes de Conservação a Biodiversidade (ICMBio) está apurando a realização de uma festa em uma piscina natural localizada na Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais, no Litoral Norte de Alagoas, onde não são permitidos eventos recreativos para evitar danos a fauna e flora locais.
Vídeos da festa repercutiram nas redes sociais nesta terça-feira (29), mas não há informação de quando exatamente foi realizado o evento. As imagens acima, divulgadas pelo Instituto Bioma Brasil no Instagram, mostram dezenas de pessoas bebendo e cantando aglomeradas no mar, com embarcações ao redor, na área considerada um santuário de peixes-bois.
A diretoria de comunicação do ICMBio informou que há uma série de regramentos que disciplinam o uso do espaço e que é vetada a realização de festas no local por se tratar de uma área de preservação, como descrito no artigo 38 do Plano de Manejo:
"São permitidos eventos esportivos, educativos e com fins públicos, desde que não provoquem impactos não toleráveis sobre a fauna, a flora e a experiência da visitação e estejam previamente autorizadas pelo ICMBio, sem prejuízo das demais licenças ou autorizações exigíveis. Ficam proibidos eventos meramente recreativos no ambiente recifal", diz trecho do Plano de Manejo a APA dos Corais.
Embora seja um local aberto, eventos públicos ou privados precisam respeitar também distanciamento e outras regras sanitárias determinadas no Protocolo Estadual do Distanciamento Social Controlado, por causa da pandemia do coronavírus. Uso de máscara de proteção é obrigatório por lei estadual.
O ICMBio informou ainda que acionou a prefeitura de Passo de Camaragibe, município que tem território dentro da área de proteção, para confirmar se havia alguma autorização municipal para o evento.
Em contato contato com a produção da TV Gazeta, o prefeito de Passo de Camaragibe, Ellisson Santos (PTB), informou que a festa irregular não aconteceu no município, que há autorização municipal apenas para um evento privado na faixa de areia, na praia.
Ainda de acordo com o ICMBio, as prefeituras são responsáveis por permitir o acesso às praias, mas realiza um trabalho educativo e preventivo a fim promover a conduta consciente nas unidades de conservação.
Evento irregular aconteceu em uma piscina natural próximo à Praia do Marceneiro, no Litoral Norte de Alagoas
Reprodução/Google Earth
Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL
Confira mais notícias da região em g1 AL

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *