Fantástico ganha prêmio internacional por reportagem sobre erros em catálogos de reconhecimento facial

Reportagem de Renata Ceribelli, Janaína Araújo, Pedro Rockenbach e James Alberti. Depois da matéria, o Senado aprovou um projeto de lei que muda as regras no reconhecimento de suspeitos. Fantástico ganha prêmio internacional por reportagem sobre erros em catálogos de reconhecimento facial
O Fantástico foi o vencedor do Prêmio Latinoamericano de Jornalismo Investigativo (Ipys), um dos mais importantes da área, com a reportagem especial sobre o catálogo de suspeitos. É a primeira vez que o jornalismo da TV Globo ganha o Prêmio Ipys. Veja a premiação no vídeo acima.
A reportagem contou histórias de pessoas que tiveram suas fotos colocadas de forma errada em catálogos de suspeitos em delegacias. E mostrou um levantamento feito pelas Defensorias Públicas, que revelou que 83% das vítimas desse tipo de erro são negras. Entre 2012 e 2020, 90 pessoas, 73 só no Rio de Janeiro, passaram por isso: acabaram na cadeia por causa de uma fotografia.
Relembre a reportagem no vídeo abaixo e leia a matéria completa:
EXCLUSIVO: 83% DOS PRESOS INJUSTAMENTE POR RECONHECIMENTO FOTOGRÁFICO NO BRASIL SÃO NEGROS
Exclusivo: 83% dos presos injustamente por reconhecimento fotográfico no Brasil são negros
Na maioria das vezes, a foto estava em um catálogo de suspeitos de uma delegacia. Não havia nenhuma outra prova contra os "suspeitos. E todos, depois de passarem, em média, nove meses na prisão, foram inocentados e absolvidos.
Depois da reportagem, o Senado aprovou um projeto de lei que muda as regras no reconhecimento de suspeitos tornando também obrigatória a identificação presencial, com pelo menos outras duas pessoas com características parecidas. E impede condenações baseadas apenas no reconhecimento por foto.
O projeto está na Câmara de Deputados e, se aprovado, precisa ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.
A reportagem vencedora do Ipys foi de Renata Ceribelli, edição de texto de Janaína Araújo, produção de Pedro Rockenbach e James Alberti — que representou o Fantástico na premiação, sexta-feira, em Canelones, no Uruguai.
A edição de imagens foi de Wesley Francisco e Djavan Ferreira, imagens de Pedro Acyr e Erick Parente. Na arte, Marcos Aurélio e Fábio Covolo e assistente de produção, Juliano Cugat. Os técnicos foram Wilson Brito, Luiz Pardal, André Nascimento, Daniel Durães e Felipe Faria.
Ouça os podcasts do Fantástico
ISSO É FANTÁSTICO
O podcast Isso É Fantástico está disponível no G1, Globoplay, Deezer, Spotify, Google Podcasts, Apple Podcasts e Amazon Music trazendo grandes reportagens, investigações e histórias fascinantes em podcast com o selo de jornalismo do Fantástico: profundidade, contexto e informação. Siga, curta ou assine o Isso É Fantástico no seu tocador de podcasts favorito. Todo domingo tem um episódio novo.
PRAZER, RENATA
O podcast 'Prazer, Renata' está disponível no G1, no Globoplay, no Deezer, no Spotify, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, na Amazon Music ou no seu aplicativo favorito. Siga, assine e curta o 'Prazer, Renata' na sua plataforma preferida. Toda segunda-feira tem episódio novo.
BICHOS NA ESCUTA
O podcast 'Bichos Na Escuta' está disponível no G1, no Globoplay, no Deezer, no Spotify, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, na Amazon Music ou no seu aplicativo favorito. Siga, assine e curta o 'Bichos na Escuta' na sua plataforma preferida. Toda quinta-feira tem episódio novo.

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.