Família fica ilhada e cadeirante é resgatado de barco de povoado no oeste da Bahia

Família fica ilhada e cadeirante é resgatado de barco de povoado no oeste da Bahia


Após resgate, família ficou sob cuidados de um abrigo montado pela prefeitura no centro do município. Cadeirante é resgatado de barco em povoado no oeste da Bahia
Divulgação/SSP-BA
Um jovem de 18 anos portador de necessidades especiais foi resgatado por bombeiros militares do 17º Grupamento (GBM/Barreiras), nesta terça-feira (28), após toda a família ficar ilhada no Povoado de Ouriçangas, zona rural da cidade de Angical, oeste do estado. As fortes chuvas provocaram a inundação de estradas e a danificação da ponte sobre a BA-465, impossibilitando que deixassem o local. As equipes precisaram utilizar um barco para retirar as vítimas.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
A família reside na cidade de Luís Eduardo Magalhães e passava o período festivo na casa de parentes quando foi surpreendida pela enchente. Após o salvamento eles foram deixados aos cuidados de um abrigo montado pela prefeitura no centro do município.
Na mesma região, a guarnição do 17º GBM foi responsável pelo resgate de uma idosa ilhada na localidade conhecida como São Joaquim. Ela precisou ser socorrida em uma maca e levada para atendimento médico em uma ambulância.
"Essas pessoas estavam na zona rural quando a barragem de Ouriçangas excedeu o volume da água. Com isso, pontes caíram e as estradas que ligam a cidade de Angical foram destruídas, deixando esses moradores ilhados. Nós fomos aos locais e fizemos esses resgates", detalhou a subcomandante da unidade, major Reijane Dantas dos Santos Martins.
Na cidade de Barreiras, a unidade realizou o resgate de 37 pessoas nas localidades de Barreiras Norte, Surupita e Morada da Lua de Baixo.
Chuvas na Bahia
Foto aérea mostra uma pessoa caminhando em uma rua inundada após fortes chuvas em Itajuipe, no sul da Bahia, nesta segunda (27)
Amanda Perobelli/Reuters
Ao todo, 21 pessoas morreram em decorrência das fortes chuva na Bahia. De acordo com a Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), 77.092 pessoas desabrigadas ou desalojadas.
O número de desabrigados – que são as pessoas que perderam seus imóveis e precisam de apoio do poder público – está em 34.163. Já o total de desalojados – que são as pessoas que também perderam os imóveis, mas foram alocadas em casas de familiares – está em 42.929.
A Sudec informou que 471.786 pessoas foram afetadas pela chuva. O número de feridos não foi alterado desde a segunda-feira (27), e segue em 358 pessoas. Nesta terça, 136 cidades estão sob decreto de situação de emergência.
Veja mais notícias do estado no g1 Bahia.
Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻
Ouça 'Eu Te Explico' 🎙

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.