Criança de 6 anos fica ferida ao ser atingida por coice de cavalo durante romaria no litoral de SP

Criança de 6 anos fica ferida ao ser atingida por coice de cavalo durante romaria no litoral de SP


Mãe da vítima conta que, no local, havia muitos cavalos, e não foi possível identificar qual animal causou o acidente. Caso ocorreu em Mongaguá. Bruno Gabriel Souza da Silva, de 6 anos, segue internado em recuperação após procedimento cirúrgico.
Arquivo Pessoal
Uma criança de 6 anos ficou ferida ao ser atingida pelo coice de um cavalo durante uma romaria realizada no último sábado (4) em Mongaguá, no litoral de São Paulo. Ao g1, a dona de casa Darlim Souza da Silva, mãe da vítima, contou que, no local, havia muitos cavalos, e não foi possível identificar qual animal causou o acidente.
"A gente chegou ao local, na plataforma, e em frente tem um terreno grande. Aí, colocamos os carros para dentro, e nisso já tinha bastante cavalo. Fomos ao parquinho, e no retorno para o local, eu entrei, a minha irmã entrou, e quando o Bruno foi entrar, escutei os gritos. Olhei para trás e vi meu cunhado com ele no colo, gritando o nome dele. Minha prima veio correndo com o carro, colocou ele dentro e fomos procurar os primeiros-socorros", disse.
Moradores de São Vicente, Darlim afirma que o filho sempre teve contato com cavalos, e nunca havia se acidentado desta forma antes. "A gente tem cavalo, somos acostumados a ir para a romaria, a gente faz de cavalo, mas nessa a gente foi de carro, por incrível que pareça. Isso vem do pai do meu pai, é uma tradição nossa, só que, infelizmente, dessa vez a gente foi de carro. Se a gente tivesse ido de cavalo, talvez não teria acontecido nada disso".
Segundo a dona de casa, tudo aconteceu muito rápido. "Quando eu olhei para trás, já vi meu cunhado com ele no colo, gritando pelo nome dele. Achei que meu filho tinha morrido. Achei que meu filho estava morto no colo dele. Foi um susto, uma experiência que não quero viver nunca mais na minha vida, estou tentando digerir isso tudo".
Darlim conta, ainda, que o filho Bruno Gabriel Souza da Silva foi transferido ao Hospital Regional de Registro para passar por uma cirurgia na boca, sendo necessário refazer parte da gengiva e um pedaço do céu da boca. "Agora, ele se encontra bem, graças a Deus. Amanhã, se Deus quiser, a gente vai embora para casa", conclui.
Ao g1, a Prefeitura de Mongaguá confirmou que o paciente foi atendido no Hospital e Maternidade Dra. Adoniran Côrrea Campos e transferido para o Hospital Regional de Registro.
O g1 também procurou o Hospital Regional de Registro, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, para a atualização do estado do paciente, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.
Corrida com charretes
Cerca de 1,3 mil pessoas disputaram uma corrida com charretes ou circularam com cavalos nas vias de Praia Grande, no litoral de São Paulo, segundo informado pela prefeitura. Uma operação realizada na cidade coibiu a ação do grupo que, segundo o município, colocou em risco a vida de pedestres e explorou os cavalos. Imagens obtidas pelo g1 na segunda-feira (6) mostram parte do ocorrido (veja abaixo).
Segundo a prefeitura, todas as pessoas flagradas foram orientadas por agentes de segurança da Guarda Civil Municipal, polícias Militar e Civil e agentes de trânsito. Essa abordagem ocorreu durante a realização da Operação Hermes, realizada neste fim de semana.
Operação flagrou corrida de charretes em Praia Grande, SP, e grupo reunido com som alto
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.