Conferência avalia plano municipal de educação de Santarém aprovado em 2015

Conferência avalia plano municipal de educação de Santarém aprovado em 2015


Evento reúne representantes dos professores, gestores, estudantes, pais de alunos e entidades que são representativas dos setores da educação no município. VII Conferência Municipal de Educação em Santarém
Alcindo Lima/Rádio 94 FM
Começou nesta segunda (6) e segue até terça (7) a VII Conferência Santarena de Educação (Consae) no auditório da Ceuls/Ulbra, em Santarém, oeste do Pará. O evento que é realizado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) avalia e discute as metas do plano municipal de educação aprovado em 2015.
O tema central dos debates é “Inclusão, Equidade e Qualidade: compromisso com a educação no município de Santarém”. O evento conta com a participação de representantes dos professores, gestores, estudantes, pais de alunos e entidades que são representativas dos setores da educação no município.
Compartilhe esta notícia no Whatsapp
Compartilhe esta notícia no Telegram
“Nesse momento a gente vai discutir, avaliar e monitorar o nosso plano municipal de educação que foi construído em 2015 com planejamento até 2025, ou seja, é um plano decenal. É momento de a gente rever as metas que foram colocadas em 2015, reavaliar, propor novas metas devido a dinamicidade que tem a educação, assim como é a sociedade”, explicou a secretária municipal de Educação, professor Maria José Maia.
O Fórum Municipal de Educação é responsável por coordenar o evento. Ele é composto por diversos parceiros como Ministério Público, Câmara de Vereadores por meio da Comissão de Educação, Conselho Municipal de Educação, entre outros.
“Aqui temos a junção de órgão e pessoas que pensam a educação desde a educação infantil ao nível superior. Não é uma conferência que reúne só os profissionais da rede municipal, tem representantes de todos os níveis da educação e redes. O que buscamos em comum é uma educação que prime pela inclusão, com equidade, qualidade e responsabilidade, sobretudo para as crianças do nosso município”, enfatizou Maria José.
Para Clarice Rebelo, vice-presidente do Sindicato dos Profissionais de Educação de Santarém (Sinprosan) é importante que todos os envolvidos no processo da educação no município participem da conferência para que aconteça a educação e os profissionais sejam valorizados.
Clarice destacou também que a grande novidade no debate é a reinvenção dos profissionais no processo de educar que precisou ser adaptado devido a pandemia.
“É preciso discutir como inovar de agora em diante com tantas mudanças que ocorreram. Os professores inovaram nas salas de aula tanto presencial quanto virtual, realizando atividades incríveis. E a mudança também que houve, foi de maior participação das famílias na educação dos seus filhos. A gente teve que se reinventar de diversas formas para não deixar de oferecer a educação para as nossas crianças”, pontuou.
Além de avaliar a implementação do Plano Municipal de Educação (PME/Educação), com destaque específico ao cumprimento das metas e estratégias estabelecidas, também serão avaliados os avanços e os desafios para as políticas públicas educacionais. Além disso, será feito um chamamento à sociedade local para a elaboração e a aprovação do novo PNE 2024-2034 (o plano tem vigência de 10 anos).
“Nós fazemos o monitoramento, vemos os avanços da educação no município, tanto da rede municipal quanto da rede particular e transformamos isso num diagnóstico que deverá ser enviado juntamente com as sugestões para a Conferência Estadual marcada para março de 2022”, disse o presidente do Fórum, Nonato Sousa.
VÍDEOS: Mais vistos do g1 Santarém e Região

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.