Aspirador-robô vale a pena? G1 testa modelos para todos os bolsos

Aspirador-robô vale a pena? G1 testa modelos para todos os bolsos


Roomba, Wap, Electrolux, Eufy, Mondial… saiba como é o desempenho desde os básicos até os que criam mapa dos ambientes da casa. Aspiradores-robô: saiba como escolher um
Como é usar um aspirador-robô no dia a dia? Limpa mesmo? O tipo que passa pano faz diferença? Resolve a vida dos "pais" e "mães" de pets? Em busca dessas respostas, o Guia de Compras do g1 testou nove modelos por algumas semanas.
Foram avaliados produtos de quatro categorias:
Sem controle remoto: os mais básicos.
Com controle remoto: ainda básicos, mas que permitem maior ajuste da limpeza/trajetória
Com Wi-Fi: um pouco mais avançados e com comandos via aplicativo.
Com mapeamento de ambiente: vêm com aplicativo para smartphone e conseguem criar um mapa de limpeza da casa.
Os preços iam de R$ 400 a R$ 3.500 nas lojas on-line consultadas na primeira quinzena de dezembro.
Os robôs aspiradores avaliados foram:
Electrolux Pure i9.2
Eufy by Anker Robovac G10
iRobot Roomba 675
Midea Smart VRA18B
Mondial Fast Clean RB-04
Multilaser Hydra
Multilaser Mars HO041
Philco PAS08C Mop
WAP Robot WConnect
Os testes incluíram os recursos oferecidos em cada aparelho, nível de limpeza, duração da bateria, tamanho do reservatório de sujeira e, nos modelos que passam pano, como é realizada essa função.
Veja abaixo como cada um deles se saiu, em ordem alfabética. E, ao final da reportagem, leia a conclusão e dicas de uso dos aspiradores-robô.
Outros testes:
IPHONE, DOBRÁVEL… qual celular premium comprar?
FONE DE OUVIDO SEM FIO: 9 modelos a partir de R$ 250
CELULAR COM 5G: 6 smartphones da categoria dos intermediários
TODOS OS GUIAS DE COMPRA
Electrolux Pure i9.2
g1
O Electrolux Pure i9.2 é um aspirador-robô totalmente tecnológico, com wi-fi, mapeamento de ambiente e câmera de visão 3D, além de modo silencioso. Nas principais lojas on-line, custava R$ 3.500, em média, na primeira quinzena de dezembro.
Assim, era o mais caro entre os testados, um pouco acima do Roomba.
Para acioná-lo, basta baixar um aplicativo disponível na versão iOS (para iPhones) ou Android. Nele, é possível selecionar o idioma do robô, porém a língua portuguesa não está disponível. Nos testes, foi preciso reconectar o wi-fi a cada mudança de cômodo.
A função “Smart Mapping” cria um mapa dos ambientes da casa (veja abaixo) faz com que o aparelho limpe toda a extensão do cômodo sem se perder durante o percurso.
Reprodução da tela do aplicativo do aspirador-robô na função que mapeia os ambientes a serem limpos
Wellbeing
Já a “3D Vision” detecta obstáculos e evita que o robô caia da escada — mas todos os aparelhos avaliados contam com algum tipo de sensor para evitar esse acidente.
Por fim, a função “Auto Power” detecta o tipo de superfície e adapta a intensidade da limpeza. Em tapetes, por exemplo, é usada a potência máxima.
No geral, o Electrolux faz uma boa limpeza, mas sua bateria não aguenta uma faxina completa, é preciso recarregá-la no meio do processo.
Por outro lado, seu formato retangular permite que o aspirador passe facilmente pelos cantos. Ele também sobe em tapetes e em pequenos desníveis com facilidade. Mas não é dos mais baixos: tem 8,5 cm de altura.
É importante ficar atento à capacidade do reservatório: apesar de ele ser, de longe, o maior entre os avaliados (700 ml), quando está cheio, o modo silencioso fica extremamente barulhento.
🛒 Onde comprar o produto:
Veja no site das Americanas
Veja no site das Casas Bahia
Veja no site do Carrefour
Eufy by Anker Robovac G10
g1
O Eufy by Anker Robovac G10 também é um aspirador-robô com conexão wi-fi e acionamento por comandos de voz usando assistentes digitais como Google Assistente ou Alexa. Mas ele não mapeia o ambiente.
Saía por R$ 2.000, em média, nas lojas on-line, no começo de dezembro.
Todo o controle é feito por um aplicativo próprio, que tem versão para iOS (iPhones) ou Android. Por ele é possível programar as limpezas, alterar o tipo de sucção (padrão ou máximo), ativar a limpeza local (para áreas específicas) e encontrar o robô.
Para aspiração, o Robovac G10 limpa direito e é bastante silencioso – com exceção dos cantos de paredes, problema comum aos modelos com design circular. O depósito de sujeira é grande (420 ml).
Ele tem um perfil baixo (7,24 cm de altura) e entra fácil embaixo do sofá e de móveis. Também sobe e desce de pequenos degraus/desníveis com facilidade.
No modo de aspiração normal, limpou 2 vezes a casa com uma recarga. A função de passar pano deixa o chão bastante úmido e, em ambientes grandes, é bom checar se o depósito de água não está vazio depois de um tempo.
🛒 Onde comprar o produto:
Veja no site do Carrefour
Veja no site das Americanas
iRobot Roomba 675
g1
O iRobot Roomba 675 é um aspirador-robô conectado, mas sem função de passar pano — a marca, muito famosa nesse segmento, possui um outro produto para isso.
Nas lojas on-line, estava sendo vendido na primeira quinzena de dezembro por R$ 2.800, em média.
O passo a passo para começar é conectar o wi-fi, dar nome ao robô (!) e programar as limpezas pela casa, com direito a usar assistentes de voz como Alexa. No geral, a limpeza é muito bem feita.
Diferente de outros aspiradores, o iRobot 675 tem uma grande escova embaixo do aparelho, que ajuda a completar a faxina.
E ele possui somente uma escova lateral, para empurrar a sujeira para o meio do aspirador. Ela é boa para cantos de parede, mas não quando o aparelho está diante de um ângulo de 90 graus.
O depósito de sujeira tem grande capacidade (de 500 ml estimados).
Algo interessante é que as rodas são mais altas (o aspirador tem 9 cm de altura), como se fosse um "aspirador-robô off-road" ou "4×4". Desse modo, ele pode não entrar embaixo de todo sofá ou móvel.
Por outro lado, sobe tranquilamente em degraus e tapetes de perfil baixo, e passa por pequenos obstáculos como se fosse um jipe em uma estrada de terra.
Sua bateria dura pelo menos duas limpezas da casa, o que é excelente. Ao final do processo, o Roomba 675 volta sozinho para a base para recarga.
🛒 Onde comprar o produto:
Veja no site das Casas Bahia
Veja no site das Americanas
Midea Smart VRA18B
g1
O Midea Smart VRA18B é um aspirador-robô com controle remoto, mas sem wi-fi, o que deixa na categoria dos intermediários.
É uma opção com bom custo-benefício. Contando com base carregadora e a função de passar pano molhado, era encontrado por cerca de R$ 900 na segunda semana de dezembro.
O valor é parecido com outros intermediários, o Mondial e o Multilaser Hydra, mas o primeiro rival não possui reservatório de água para o pano e o segundo não tem controle remoto.
Com o controle, é possível direcionar o Smart VRA18B para o lado desejado, alternar o tipo de limpeza e mandar o aspirador de volta para a base — o que ele também faz sozinho.
Vale mencionar que todo clique e comando no aspirador da Midea emite um som alto, o que pode ser um pouco incômodo.
Se considerar apenas como aspirador, ele faz seu serviço direito. Limpa tudo e tem modo turbo para aspiração mais potente. Não cai de degraus, mas seu sensor identifica pisos mais escuros (ou tapetes pretos) como buracos ou degraus e evita a região.
O reservatório de sujeira não é dos menores (300 ml), mas, dependendo da extensão da faxina, deverá ser limpo uma vez, durante. Já o reservatório para a função de passar pano é pequeno e solta pouca água na limpeza, comparando com outros que têm o recurso.
Nos testes, dependendo da intensidade, o modelo conseguiu limpar a casa com uma só carga de bateria.
🛒 Onde comprar o produto:
Veja no site das Americanas
Mondial Fast Clean RB-04
g1
O Mondial Fast Clean RB-04 também é um aspirador-robô intermediário, com controle remoto, base carregadora e muita eficiência de limpeza.
Ele não possui wi-fi ou aplicativo e a tal "função mop" é passar pano seco ou previamente umedecido, sem contar com um reservatório de água.
Custava R$ 900, em média, na primeira quinzena de dezembro — valor semelhante ao do Midea e do Multilaser Hydra, que têm esse recurso para os panos.
Por meio do controle remoto, é possível ligar ou pausar o aparelho, selecionar um modo de limpeza e direcioná-lo para a base carregadora, caso ela não esteja ligada.
O aspirador não faz um barulho absurdo durante a limpeza. Como todos os redondos, tem certa dificuldade para limpar os cantos, e, muitas vezes, fica batendo de um lado para o outro para conseguir.
Após a primeira carga recomendada, pelas fabricantes a sua bateria é suficiente para uma segunda limpeza da casa.
🛒 Onde comprar o produto:
Veja no site das Casas Bahia
Veja no site das Americanas
Multilaser Hydra
g1
O Multilaser Hydra também é outro robô aspirador intermediário. Volta sozinho para a base e passa pano molhado. Mas não possui nenhum tipo de controle remoto. Era encontrado por cerca de R$ 900 nas lojas on-line em meados dezembro.
Seu tamanho grande e sua potência maior (45 W x 30 W) em relação ao "irmão" Mars permitem que ele seja mais rápido na limpeza. Sobe com facilidade em tapetes e pequenos desníveis, mas, como todos os aspiradores circulares, tem dificuldade com os cantos.
É para tirá-lo mais rapidamente dessas situações que um controle remoto faz mais falta.
Enquanto o aspirador se "debate" para sair dos pontos mais complicados, pelo menos o som das pequenas batidas é bem mais ameno do que nos robôs mais simples, como o Mars e o Philco.
Além disso, ele é um dos mais altos, com cerca de 10 cm.
A bateria aguenta muito bem uma aspiração completa e, depois, o Hydra ainda tem "fôlego" para passar pano molhado, pois conta com um reservatório para água.
🛒 Onde comprar o produto:
Veja no site das Americanas
Veja no site das Casas Bahia
Multilaser Mars
g1
É o "irmão" menor do Hydra. Ele poderia ser apontado como concorrente direto do Philco, não fosse a falta de controle remoto.
Sendo assim, é o mais básico de todos os modelos testados. E o mais "barato".
Era encontrado por cerca de R$ 400 nas lojas on-line, na primeira quinzena de dezembro.
Mas ele limpa? Sim. A limpeza básica é feita e em 3 modos, só que, sem controle remoto, não é possível interferir, mudando a ordem ou descartando algo modo, tampouco alterar a trajetória do aparelho.
E não são poucas as vezes em que ele poderá ficar parado entre alguns pontos, como entre um móvel e um tapete mais alto. A única maneira de "salvá-lo" é pegando o aparelho e desligando, para posicioná-lo de outra forma.
Falando nisso, um ponto positivo é que o Mars não liga se não estiver no chão: um bom recurso contra crianças que tentarem mexer com o robô sem a supervisão dos responsáveis.
O reservatório de pó é pequeno, mas bem fácil de limpar. Com relação à função passar pano, trata-se de uma flanela seca (que pode ser umedecida antes, mas não há reservatório para água).
🛒 Onde comprar o produto:
Veja no site do Carrefour
Veja no site das Casas Bahia
Veja no site das Americanas
Philco PAS08C Mop
g1
O Philco PASO8C é um aspirador que fica entre básico e intermediário. Possui controle remoto, mas não tem conectividade, nem base carregadora e nem reservatório para água — passa pano seco ou que pode ser umedecido antes, apesar de a marca chamar isso de "função mop".
Era vendido pelo preço médio de R$ 600 nas lojas on-line na primeira quinzena de dezembro.
O controle remoto permite escolher entre 3 modos de limpeza e "salvar" o aparelho quando ele fica "preso" em cantos, entre móveis, por exemplo. Isso significa ter que supervisionar sempre o robô, se quiser terminar a faxina mais rápido.
Assim como os rivais de formatos redondos, ele tem dificuldade de limpar cantos com ângulo de 90 graus. Tapetes e pequenos desníveis não são problema e a altura de 7,6 cm faz ele passar com facilidade debaixo da cama, por exemplo.
O reservatório é do time dos pequenos: 200 ml, o que significa que é preciso limpar ao menos uma vez durante faxinas mais longas.
🛒 Onde comprar o produto:
Veja no site das Americanas
Veja no site das Casas Bahia
Veja no site do Carrefour
WAP Robot WConnect
g1
O Wap Robot WConnect é um aspirador-robô conectado, com wi-fi, e seu preço médio era de R$ 1.700 nas lojas on-line, em meados de dezembro, o que o deixa em ótima posição entre os aparelhos com mais tecnologia, apesar de ele não mapear ambientes.
Com formato mais quadrado, tem uma função específica para limpeza de cantos, um dos grandes diferenciais do produto.
Também se destaca pela versatilidade para comandá-lo: você pode utilizar o controle remoto, baixar um aplicativo disponível para iOS (iPhone) ou Android ou usar comandos de voz por meio de assistentes digitais como o Google Assistente ou Alexa.
O aspirador é silencioso, no entanto, quando a carga está fraca, costuma fazer um barulho irritante até chegar à base carregadora.
É muito eficiente na limpeza, mas não consegue aspirar sujeiras muito grandes, como pedaços de papel do tamanho de um Post-it, por exemplo.
Possui reservatório de água que permite passar pano pela casa, mas, dependendo do tamanho dos cômodos, será necessário reabastecer o recipiente durante a limpeza.
🛒 Onde comprar o produto:
Veja no site das Americanas
Afinal, robô aspirador vale a pena?
Veja o que foi aprendido em semanas de testes:
ASPIRADOR-ROBÔ LIMPA? Sim! No geral, os modelos servem para uma faxina básica na casa. São bons assistentes para manter a limpeza em dia.
Muitas vezes, a quantidade de sujeira pega pelos aspiradores, mesmo com a casa limpa, surpreendeu. E, sim, dão conta de pelos de pets, cabelos, farelos…
Mas eles não substituem o aspirador convencional ou vassoura e, principalmente, o rodo com pano/mop, que fazem uma faxina mais pesada. Na limpeza nos cantos de paredes, principalmente nas quinas, a maioria deixa a desejar.
DÁ PARA DEIXAR ELE SOZINHO? Sim, mas é muito mais fácil com aparelhos mais caros, que mapeiam o ambiente. Sem isso, a maioria poderá se deparar com pontos (como vãos entre paredes e móveis ou entre as pernas de mesas pequenas) de onde não conseguirá sair sem "bater" bastante a "cabeça", o que pode significar demora na limpeza e maior consumo da bateria.
Quer mais dicas e opções? Veja o guia dos aspiradores-robôs
O BATE-BATE DANIFICA MÓVEIS? Não. Os aspiradores-robô têm um para-choque frontal que "tateia" o caminho dando batidinhas em paredes e móveis, mas a maioria tem ao menos uma tirinha de borracha para amenizar o atrito. Modelos mais caros, como o Roomba 675, possuem sensores que reduzem a velocidade do aspirador próximo a esses objetos.
DE QUAL RECURSO NAO SE DEVE ABRIR MÃO? controle remoto ou outro tipo de comando (aplicativo, voz).
PASSAR PANO É ÚTIL? Os aspiradores-robô com essa função passam um pano de microfibra seco ou úmido pelo ambiente — os que têm reservatório de água conseguem manter o pano molhado. Mas nenhum deles tem força/pressão para conseguir limpar o chão com maior eficiência, como seria utilizando um mop ou pano com rodo.
QUALQUER PESSOA PODE USAR? Sim. Os modelos mais básicos, sem controle e com controle remoto, podem ser operados por qualquer pessoa, mesmo sem muito conhecimento de tecnologia.
Os mais caros, com comandos de voz e conectividade wi-fi, podem ser mais confusos para comandar, dependendo do grau de conhecimento tecnológico.
A vantagem é que os modelos conectados podem ser programados, via aplicativo, para limpar a casa todos os dias em horário programado.
CUIDADO COM FIOS Modelos com aspiração mais forte, como o iRobot Roomba 675, vêm com o alerta de remover fios e cabos do chão. Caso contrário, eles podem ser sugados e atolar o aspirador.
O Eufy by Anker Robovac G10 vem até com presilhas plásticas em um envelope na caixa para que o consumidor prenda seus cabos.
ASSUSTA OS PETS? Nos testes, os pets (cães e gatos) que se depararam com os aspiradores-robôs tiveram comportamentos diferentes: alguns "fugiram" e outros ficaram olhando de longe, mas não houve nenhuma interação perigosa.
Esta reportagem foi produzida com total independência editorial por nosso time de jornalistas e colaboradores especializados. Caso o leitor opte por adquirir algum produto a partir de links disponibilizados, a Globo poderá auferir receita por meio de parcerias comerciais. Esclarecemos que a Globo não possui qualquer controle ou responsabilidade acerca da eventual experiência de compra, mesmo que a partir dos links disponibilizados. Questionamentos ou reclamações em relação ao produto adquirido e/ou processo de compra, pagamento e entrega deverão ser direcionados diretamente ao lojista responsável. 

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.