Acompanhantes de pacientes internados dormem na frente do Hospital da Restauração, no Recife

Acompanhantes de pacientes internados dormem na frente do Hospital da Restauração, no Recife


Imagens registradas pela TV Globo mostram pessoas improvisando colchões com pedaços de papelão na área externa da unidade de saúde. Muitos vieram do interior e não têm onde ficar. Na maior emergência do Nordeste pessoas precisam virar a noite do lado de fora
Na área externa de um dos principais hospitais do Recife, o Hospital da Restauração (HR), pessoas têm dormido na área externa da unidade em colchões improvisados. Imagens registradas pela TV Globo na noite do domingo (5) mostram as pessoas utilizando sacolas de roupas como travesseiros e pedaços de papelão como colchão (veja vídeo acima).
O hospital fica localizado no bairro do Derby, na área central da capital pernambucana. Muitas dessas pessoas são acompanhantes de pacientes internados no hospital, mas como não há local para abriga-los dentro da unidade de saúde, eles precisam ficar do lado de fora.
Alguns contam que saíram do interior do estado e não conseguiram voltar para casa, à espera de notícias dos familiares. É esse o caso da moradora da cidade de São Bento do Una, no Agreste do estado, Lidiana Batista que contou que está acompanhando a filha, internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
“Dia de semana tem mais gente ainda. O pessoal vai voltando na segunda ou na terça. É difícil para a gente”, disse.
Pessoas improvisam formas de dormir na área externa do Hospital da Restauração, no Centro do Recife
Reprodução/TV Globo
Procurada pelo g1, o HR informou através da assessoria de comunicação que o local não permite “acompanhantes de pacientes que estejam internados na emergência, na unidade de trauma, nas UTI e na sala de recuperação, como qualquer outro hospital do Brasil, seja público ou privado”.
A unidade de saúde, disse ainda, que alguns “não são necessariamente acompanhantes que ficam dormindo lá, existem pessoas em situação de rua também”.
O hospital informou que durante o período mais crítico da pandemia houve uma restrição maior em relação a entrada de acompanhantes na unidade de saúde e que exige a comprovação do esquema vacinal completo para o acesso à unidade hospitalar.
Por fim, o HR explicou que a “admissão de acompanhante é o seguinte, pela legislação e por norma do Ministério da Saúde dá direito a acompanhante para crianças de até 12 anos e idosos a partir de 60 anos. Entretanto, o HR não segue só essa norma, ele admite acompanhantes em todas as idades”.
Pessoas dormindo na área externa do HR no Centro do Recife
Reprodução/TV Globo
VÍDEOS: Mais assistidos de PE nos últimos 7 dias

Use ← →para continuar navegando

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.